"Chaostage" der Punks - Welle der Gewalt in Hannover Steine gegen Kameras

Por que tanta violência? Por que os Chaos Tage nasceram em Hanover e não em Berlim ou Hamburgo? Por que eles deixaram de acontecer? Nas próximas linhas, responderemos a algumas dessas perguntas. Para quem chegou agora, Clique aqui para ler a Parte 1

3. Mais caos e desordem

A derrota no primeiro confronto entre punks e policiais sob o guarda-chuva do Chaos Tage não irá dissuadir os primeiros. A imprensa comemorou o resultado dos confrontos: ” Os punks no centro da cidade são devastados” disse o jornal Bild; ou “Punks enfurecidos com pedras e garrafas” dizia o jornal Hannoversche Allgemeine.

Apesar do resultado, os punks de Hanover não desistiram. Em abril de 1983, voltam à carga divulgando uma segunda entrega, na qual se passava de um a três dias, no mês de junho de 1983. “Aproveitando a boa relação entre os skinheads e a cena punk de Hanover, é feita uma chamada sob o lema ‘Punks e Skins unidos contra o governo, a burguesia e os nazistas’ ”

Em 1º de junho de 1983, quase 500 punks e skinheads se reuniram em frente à estação de trem de Hanover antes de serem dispersos pela polícia devido às queixas de comerciantes. Esse seria o sinal de partida para um fim de semana marcado pelas brigas. Na mesma noite, o Jugendzentrum (Centro da Juventude) de Kornstraße promoveu um concerto com a presença de mais de mil participantes.

chaos9No final do show, neonazistas de Hamburgo e Berlim tentaram atacar os presentes, mas foram expulsos. Na fuga, os nazis tiveram que ser protegidos pela polícia, que começou a atacar os participantes do Chaos Tage, causando confrontos muito violentos, além disso, ocorreram saques e incêndios nas instalações comerciais.

Em 2 de junho, a concentração de punks e skins chegou para participar do Chaos Tage é estimada entre 1.500 e 2.000. Ao perceber a presença de um grande grupo de Nazis ao redor da estação de trem, uma nova briga entre os grupos começou e continuou a se repetir ao longo do dia. No entanto, a violência diminuiu no último dia, em 3 de junho, quando a maioria dos participantes deixou Hanover.

A edição de 1984 do Chaos Tage seria internacionalizada após a chamada feita nas páginas do Maximum RocknRoll para ir a Hanover em apoio ao movimento

chaos8Antes do final do ano e para comemorar o primeiro Chaos Tage, de Dezembro de 1982, é realizada outra atividade de protesto chamada Weihnachts-Pogo (Pogo Natalino), que concentra cerca de 150 punks em um show realizado em 17 de Dezembro, 1983. No final, a polícia está presente e começa a fazer prisões, apesar do dia ter passado pacificamente.

O Chaos Tage retornaria em Agosto de 1984. No entanto, nessa ocasião, o apelo não era apenas para punks e skins alemães. O protesto foi internacionalizado, até aparecendo no Maximum RocknRoll, e o lema deste ano foi “Chaostage gegen die braune Pest!” (Dias de caos contra a praga marrom ou Dias de caos contra a praga nazista).

“Em 3 de agosto, a situação do ano anterior se repete, e centenas de apoiadores de todo o mundo são mantidos na estação central, onde também ocorrem os primeiros encontros com os nazis. A polícia, desta vez, está melhor preparada e, durante os primeiros dois dias, fará inúmeras buscas e detenções arbitrárias, apreendendo como ‘armas’ todos os tipos de cintos, jaquetas de couro ou qualquer outro elemento que leve qualquer tipo de spike, tachas… “

No dia seguinte, 4 de Agosto, cerca de 2.000 punks e skins se reúnem em torno da central Operplatz, onde as brigas com os neonazistas se repetem. A violência entre os lados se repete o dia todo, especialmente durante o caminho para Jugendzentrum, onde Antifaschistischen Bündnis (Aliança Antifascista) havia organizado um show para a noite.

O andamento acontece com alguma normalidade até as 2 da manhã, quando a polícia começa a intervir depois que alguns punks começam incendiar carros. Segundo o que contam, cerca de 1.500 punks foram contidos por agentes das forças de segurança por horas, desencadeando o caos e acabando com parte das instalações de Jugendzentrum.

chaos7

À tarde, a polícia, que conseguiu reunir todas as suas tropas, tenta isolar os manifestantes em torno da Schaufelder Strasse e iniciar um novo ataque, mas a noite termina com uma nova derrota da polícia.

Para a convocação de 1995, seria decisivo um fenômeno viral protagonizado pelo vídeo Kampf-der-Welten (A Guerra dos Mundos), no qual foi feito um balanço da história do Chaos Tage, que foi copiado e distribuído através das redes da cena punk, ocupações, anarquistas, ocupações … mas que também chegaram à mídia, que começou com sua campanha de alarme e perseguição.

O lema sob o qual o Chaos Tage de 1995 aconteceriam era “Diretos para a prisão”, que não apenas significava uma afronta às forças de segurança, mas também prenunciou o que aconteceria durante os três dias de Agosto em Hanover. No primeiro dia oficial de Chaos Tage, em 4 de Agosto, muitos apoiadores começaram a preparar barricadas para lidar com os confrontos com a polícia que ocorreram na mesma noite em que os agentes iniciaram os ataques às ocupações, localizadas em Heisenstrasse e Schaufelder Strasse.

chaos10

As forças de segurança sempre valentes e corajosas apresentaram-se com seus melhores equipamentos anti-disturbio, mas a chuva de pedras com as quais foram recebidas os fez recuar, mas acabaram entrando em Sprengel e começaram com as prisões. No entanto, esse clima de violência não seria bom para a polícia. Muitas pessoas fora do Chaos Tage, mas atraídas pela violência, se encontraram em Hanover no dia seguinte. De fato, fala-se em até 3.000 pessoas contra os agentes da “lei”.

As forças de segurança são “praticamente expulsas de Nordstadt, enquanto um mercado de uma rede famosa é assaltado e expropriado para celebrá-lo. A manhã começa com relativa calma, com um show espontâneo da banda Total Chaos na rua da zona ocupada. À tarde, a polícia, que conseguiu reunir todas as suas tropas, tentam isolar os manifestantes em torno da Schaufelder Strasse e iniciar um novo ataque, mas a noite termina com uma nova derrota da polícia. ” Além disso, o conflito se espalharia por toda a cidade.chaos 11

Finalmente, políticos e policiais já tinham o caos punk de que precisavam. E não apenas eles, algumas semanas depois, a extrema direita alemã tentou organizar uma marcha em Hanover sob o lema “Quando o caos toma conta da Alemanha, os alemães precisam de uma mão dura”. Dessa forma, eles obtiveram a licença para estabelecer leis de transição contra os punks para evitar o Chaos Tage de 1996, que finalmente acabou em Bremen, em face da pressão da polícia. No entanto, inesperadamente, os punks retornaram a Hanover em 18 de Agosto para enfrentar a polícia.

Os tumultos e confrontos com a polícia em 1995 tornaram a repressão do Caos Tage insuportável e, praticamente, não foi realizada novamente em Hanover. Em outras partes da Alemanha, tentou-se continuar com a tradição, mas esses grupos obtiveram repressão e proibição ou um fracasso absoluto do apoio público quando conseguiram executar o projeto.

chaos12

 

 

Traduzido e adaptado de: https://condenadofanzine.com/2019/01/02/chaos-tage-punk-violencia-y-destruccion-en-las-calles/?fbclid=IwAR34FXVVKM26re1kwqcim2tBD8i_2i5_vXlDXJB_EvVyAwtrq0kpMR4WRGk#jp-carousel-11492